O Menino e Seu Brinquedo

Saturday, June 03, 2006

Um Presente

Em 2004, cá por esta época, eu não estava namorando. Não namorava e me recuperava daquela hecatombe emocional toda.
Em retrospectiva, parece muito menor do que foi.
Mas o que eu queria contar é que fazia um frio desgraçado dentro e fora de mim e então eu conheci o Ivan.
Com o Ivan, combinei de passar o dia dos namorados protestando contra esta data festiva.
Ele também se recuperava de um malfadado relacionamento e, pensávamos nós em fazer de conta que nada disso doía, unir as solidões e ficar à toa, como ficamos, pulando de bar em bar, pela madrugada gelada.
Foi um 12 de Junho bem bom, aquele.
Engraçado como marca.
Não lembro do que fiz nesta data no ano passado. O que me faz crer que provavelmente, não fiz nada de anormal ou tão interessante assim. Não é?
E este ano? Como vai ser?
A despeito dos protestos do público, não estamos namorando.
Dilemas éticos.
Comprar ou não comprar um presente?
Desaparecer por completo?
Fingir que nada acontece?
Esperar pra ver o que vai ser?
Tem aquela, né? Se eu der um presente... afe! Um presente... Mas se eu der um presente, pra cumprir tabela, ele vai se sentir pressionado? E se eu quiser dar um presente, precisa ser no dia dos namorados, igual ao resto do mundo?
Detesto ser igual.
Mas e se eu quiser dar um presente e não for pra cumprir tabela? E se eu não der um presente e ele resolver... Não. Desse susto eu não vou morrer, seu moço.
Acho.
Odeio a condicional. Odeio não saber.
Enfim, existe uma tal cobrança. O povo quer saber... e exige respostas que eu tenho medo de conhecer.
Meu presente, meu maior presente, seria um dia absolutamente normal para mim e para você, fazendo as coisas normais que a gente gosta de fazer juntos. Um abraço apertado e um carinho.
Um beijo.

5 Comments:

  • At Saturday, June 03, 2006, Blogger Fonseca said…

    Aqui em casa entramos no consenso de SEM PRESENTE do "Dia dos Namorados". Acho que esse dia serve pra duas coisas:
    1) se tu tá sozinho, serve pra te fazer passar mal por isso (pelo menos pra mim faz);
    2) se tu tá acompanhado, serve pra te fazer gastar dinheiro.

    Maldito capitalismo!

     
  • At Sunday, June 04, 2006, Blogger Regina said…

    :)
    Ai ai Lelêzim...
    É isso aí. Eu sou uma artista. Não vou me render...

     
  • At Saturday, June 10, 2006, Anonymous Anonymous said…

    Hmm I love the idea behind this website, very unique.
    »

     
  • At Friday, July 21, 2006, Anonymous Anonymous said…

    Really amazing! Useful information. All the best.
    »

     
  • At Sunday, July 23, 2006, Anonymous Anonymous said…

    I find some information here.

     

Post a Comment

<< Home