O Menino e Seu Brinquedo

Tuesday, January 16, 2007

Como Sobreviver ao TCC

Manual Prático Para Terminar o Curso Parcialmente São

Agora que já acabou, que eu consegui tirar umas férias e parei de ter pesadelos recorrentes, vou pôr em prática uma idéia que me ocorreu logo depois do desfile.
A gente chega ao último ano da faculdade muito ansioso, tem que REALIZAR o TCC e não sabe muito bem como. Aí eu pensei... no ano que vem tem uma outra turma concluindo o curso. Outras cem pessoas vão ficar completamente obcecadas e intratáveis.
Então, porque não deixar algumas pistas pra que eles façam esse caminho um pouquinho mais suave?

Parabéns, você chegou ao último ano. Com, sem ou apesar das DPs.
E agora, você vai fazer o seu TCC. No nosso caso, um desfile.
Não basta desenhar bem, e nem ter só uma boa idéia.
É preciso saber o que você vai fazer, pra quem vai fazer e como fazer.

Não é que, de repente, aquelas aulas de Marketing começaram a fazer algum sentido?????

1. A Escolha do Tema

Essa é fácil: só fale sobre aquilo que você ama muito. Lembre-se que, durante um ano, a sua coleção vai ser basicamente sua irmã siamesa, seu marido, sua máxima obcessão.

2. Atendimentos

Faça. Sabendo que você tem alguma dúvida, chegue cedo ou combine com um amigo pra colocar seu nome na lista do atendimento, porque demooooooooooora.
Por sinal, considere o atendimento como uma consulta de médico de convênio. Faça quando tiver um problema, ou quando precisar mostrar alguma coisa.
E seja objetivo. Nada mais desagradável que aquele povo que faz atendimento toooooooooda aula e leva dois anos monopolizando o professor pra mostrar que colocou mais um lacinho numa peça e daí lembra que ouviu algo bacana que pode servir como trilha mas não lembra o nome da música, da banda, e nem da melodia...
Se tudo o que você já conversou está caminhando, seu vídeo está ok, sua trilha está bacana, a coleção foi aprovada e a execução está ok, a linguagem visual do book "aconteceu", que saber?
A não ser que o clima em casa não esteja legal, nem vá pra faculdade.
Todo mundo vai ficar falando de TCC e, por menos que você esteja estressado, esse clima não vai ajudar!

3. Execução da Coleção

Como funcionou para mim?
É preciso estar envolvidíssima com a coleção.
Costureiro-modelista de super confiança, saber exatamente como eu queria que cada uma das peças ficasse, ter uma modelo de prova, "freqüentar" o costureiro, conversar muito com ele, buscar soluções, não deixar faltar material nenhum e trabalhar com prazo.

4. Books

No meu caso, como a idéia era artesanal, foram 40 dias de trabalho.
O resultado me satisfez muito, por estar dentro da minha proposta. Quem trabalhou com gráfica teve alguns outros desgastes (erros de impressão, troca de folhas) embora tenha despendido menos tempo.
Essencial: o book é a representação gráfica da sua coleção, é ele o primeiro contato da banca com o seu trabalho. Ele tem que traduzir o clima.

5. Vídeo

Essencialmente, é o perfume do seu trabalho.
É a via rápida para que as pessoas se preparem para a coleção que vão ver.
Não precisa ser absolutamente literal.
Importante que tenha no máximo um minuto e meio, da tela de abertura ao logo da faculdade, pra não cansar ninguém.

6. O Dia da Qualificação

A primeira fase da aprovação acontece no meio do ano.
Numa sala fechada, você vai apresentar metade da sua coleção, para uma banca.
Essa é a sua única oportunidade de falar para todos ao mesmo tempo do que você fez nos últimos 4 meses. E, vamos falar a verdade... pode não ter ficado uma maravilha (afinal, você ainda não descobriu que TEM QUE TER uma modelo de prova, resolveu economizar no que não podia ou pegou a última peça na costureiro meia hora antes e ela vestiu super mal).
Você vai ter que falar do seu tema, do seu público-alvo e das coisas que estão boas e as que não estão.
Considerando que você provavelmente passou aquela semana sem dormir, e que os professores na banca ficam todos com cara de nada... Não vai ser o melhor dia da sua vida.
Para a qualificação vale a pena:
a. contratar modelos;
b. dormir pelo menos na noite anterior;
c. provar as roupas, ter acompanhado a produção, etc;
d. chegar no horário marcado, com maquiador, cabelereiro e apoio moral;
e. deixar o celular do lado de fora da sala.

7. Prazos

Capaz das datas mudarem, mas é sempre muito pouco, e é melhor não esperar por isso.
Quando chegou Outubro, eu comecei a achar que a agenda não me dava a melhor visibilidade do problema onde eu tinha me enfiado.
Vamos lembrar que, espertamente, no decorrer do TCC, eu abracei a idéia de prestar Mestrado na USP e na Anhembi.
O que fazer?
Lembrei do meu primo Bruno. O Brunão é afásico e tem mania de calendário. Meu tio anota tudo que eles têm que fazer e vai riscando quando o dia acaba.
Bien, eu comprei a Capricho e peguei aquele poster que tem o calendário (Novembro, o mês!), colei de frente pra minha cama e escrevi tudo o que eu tinha que fazer, entregar, ler, finalizar, pegar, comprar, provas que tinha que fazer até o dia do último compromisso (que era o desfile fechado).
Cada dia era consultado, conferido e riscado.
Assim, não perdi nenhum prazo, e, ao fim, com tudo pronto e uma semana e meia até o desfile, deu até pra ficar impaciente.

8. Dia do Desfile

8.1. Apoio Moral

Você pode amar sua mãe, mas se ela for o tipo ansiosa, melhor que ela fique bem longe.
O melhor é chamar uma amiga querida que tenha liberdade o suficiente pra te arrancar dali quando perceber que você está prestes a surtar.

8.2. Apoio Moral 2

Seu desfile é a coisa mais importante do mundo pra você. Mas tem um monte de gente com quem você conviveu por quatro anos passando pelo mesmo e que está tão enlouquecida quanto você.
Não custa nada e faz bem pro karma ajudar quem está do seu lado. Numa boa, é nessa hora que você descobre quem é quem, quem é profissional de verdade.

8.3. Modelos

Você fez o casting, e no dia do desfile escolheu suas modelos. Não custa nada fazer uma prova rápida, anotar o nome de cada uma e se lembrar que elas não são meros cabides. Na hora do ensaio, é bom ser clara, agradecer, repassar antes do desfile.
Eu tive o prazer de ver minha coleção linda ser vestida por meninas super bacanas e que ainda me ajudaram no que puderam.

8.4. Pontualidade

O desfile atrasa. Você, não.

8.5. Pós-Desfile

É bom usar maquiagem à prova d'água, porque você vai chorar. A emoção é grande.
Eu saí da passarela sem nem saber direito o que tinha acontecido...

9. Rápidas

9.1. Prepare todo mundo que você ama pra sua insuportabilidade, stress e choradeiras eventuais.

9.2. Não deixe de sair, ir ao cinema, encontrar os amigos e tentar não falar do TCC por uma tarde.


E bonne chance!

5 Comments:

  • At Tuesday, January 16, 2007, Anonymous Karou Penny said…

    Nossa, se nós tivessemos todas essas informações no começo do ano passado, ia ser tudo bem mais fácil...

    Comecei a rir sozinha qdo vc falou para considerar o atendimento como uma consulta de médico de convênio hahahahahah!!!

    Tô com saudades do tcc, faria de novo, mas se tivesse mais tempo ehhehehe

    bjus

     
  • At Wednesday, January 17, 2007, Anonymous Anonymous said…

    mal posso esperar pelo livro das meninas do novo homem e também pelo seriado das meninas do novo homem.

     
  • At Wednesday, January 17, 2007, Blogger Regina said…

    Na melhor linha mothern?
    haha

     
  • At Wednesday, January 17, 2007, Anonymous Anonymous said…

    na fashionTV.
    em breve, numa esteira da bioritmo perto de você.

     
  • At Friday, January 19, 2007, Blogger Regina said…

    Adoro quando alguém resolve espinafrar só porque acha que as pessoas que fazem/trabalham com Moda são um bando de cabeças de vento.

     

Post a Comment

<< Home