O Menino e Seu Brinquedo

Thursday, February 22, 2007

Esse Espaço Róseo

Estive refletindo sobre o blog.
Coisa sem importância.
Enfim, um blog não pode, não deve ser assim tão importante.

Mas, o caso é que eu estava refletindo, pensando, sentindo coisas, sobre este denominado, num sentido meio hostil, espaço róseo.

Pois esse espaço na rede, que nasceu tudo menos róseo, teve, em seu princípio, um outro sentido, uma outra vontade.
E foi crescendo e ganhando corpo como um espaço onde a gente despejava piadas, sarcasmos, decepções e algumas declarações de amor.
Completamente diferente da intenção inicial, mas, ok, e daí?

Não sei qual é a de todo mundo, mas eu não me sinto obrigada a seguir um caminho quando ele parece que se esgota, ou quando ele não me satisfaz.

Não é uma questão puramente hedonista. Ou talvez seja, qual é o problema disso também?

Enfim, mudou o enfoque, mudou a cara, mudou até a hospedagem, mas o nome ficou o mesmo.

Passado algum tempo, o tema que foi o propulsor do blog, o Novo Homem, deixou de causar espanto e foi tão rapidamente assimilado que deixou até de ser assunto.

Essa patacoada de übberman, de metrossexual, de o que quer que seja, ficou pairando por aí, como uma daquelas urgências humanas em classificar, em definir e determinar. E hoje, nada disso me contenta.

Admito, houve um tempo em que eu pensei desesperadamente que precisava caber em alguma coisa (e aqui coisa quer dizer categoria, ou algo que o valha). Mas, hoje, nada disso é assim tão importante.

Então, se hoje eu estou tão bacana que quero ficar falando de motivações, passado, presente e especular um futuro para esse espaço róseo, e amanhã eu brigar com o namorado e resolver demonizar o gênero masculino só para depois de amanhã contemporizar... e daí? Qual é o problema?

Linearidade não é característica do temperamento humano.

Um beijo. Porque, só hoje, quero mandar beijos.

1 Comments:

  • At Friday, February 23, 2007, Anonymous cris shooshoo said…

    Realmete...não somos lineares!!!!
    Eu pelo menos, gosto de viver nas entrelinhas...

    beijos, Re!
    mas não so hoje!

    Amo-te!

     

Post a Comment

<< Home