O Menino e Seu Brinquedo

Monday, June 26, 2006

Do que as mulheres gostam...


Mulheres gostam de serem tratadas como mulheres! Somos delicadas, femininas, inteligentes, modestas, cheiramos bem, e, é lógico, somos sempre uma grande incógnita! Para se entender uma mulher, é necessário ler entre as entrelinhas, de baixo a cima, sempre procurando uma coisinha implícita. Somos misteriosas por natureza, gostamos de sermos valorizadas como pessoa, de carinhos, de aconchego, de surpresas, lembranças, telefonemas no meio da tempestade... Coisas simples, singelas que tiram nossas vidas da “infeliz rotina de prisioneiros” imposta pelo sistema, que somos obrigados a aceitar pelo próprio rumo da história humana. Toda mulher gosta de se sentir querida e desejada. A mulher mais importante, a mais bela... Talvez pela insegurança, talvez por culpa da sociedade hipermoderna que faz com que tenhamos que ser melhor que o melhor e ainda assim corremos o risco de sermos o segundo. O que quero dizer, é que é necessário fazer com que a mulher se sinta a única com quem você gostaria de estar... Sou uma mulher romântica (todas as mulheres são românticas por natureza), só, como diz Regina, no estilo Almodóvar, cheia de excentricidades e intensa. Também não acredito no estereótipo de amor-romântico, de “amor perfeito”, prefiro acreditar no “Que seja eterno enquanto dure”, mesmo que Platão teorize sobre almas gêmeas que se encontram, finalmente, no mundo das idéias. Busquei por dois longos anos o amor perfeito, até descobrir que “o ciúme é só vaidade” e que a busca pela perfeição humana é uma grande bobagem. O amor tem de ser livre, pois assim ele resiste ao tempo, evolui e ultrapassa barreiras... Também já deixei de acreditar no amor por algum tempo, vivi a geração tribalista do “Eu sou de ninguém, eu sou de todo mundo e todo mundo é meu também...” pensando que, assim, iria encontrar minhas emenicências. Encontrei sim, paixões efêmeras, mas o vazio que invadia meu peito, continuava lá, sem perspectivas de futuro e de um dia (quem sabe) ser preenchido. Quando menos se espera, um novo amor pode adentrar a sua vida, você só deve deixa-lo invadi-lo... O mais importante é aproveitar os momentos e acima de tudo, ser feliz! Boa sorte a todos(as)!

texto escrito para o novohomem, mas acho que não mudou muita coisa, ainda!

7 Comments:

  • At Tuesday, June 27, 2006, Blogger Regina said…

    É, Shoo...

    Mudou nada. Ainda queremos ser únicas e preciosas demais, lindas de doer.
    E somos!
    Um beijo

     
  • At Tuesday, June 27, 2006, Anonymous cris said…

    Isso mesmo, gatissima!!
    estou com saudades de tu!
    vamos nos ver, certo?

    amanha, sairemos para tomar cafe, quer vir junto com todas e todos?

    bjos

     
  • At Wednesday, June 28, 2006, Blogger Regina said…

    Amanhã quarta?
    Que hora?
    Me manda uma msg...
    Te mando uma daqui a pouquinho.
    Te adoro

     
  • At Thursday, June 29, 2006, Anonymous H.H. said…

    Listen to the girl
    As she takes on half the world
    Moving up and so alive
    In her honey dripping beehive
    Beehive
    It's good, so good, it's so good
    So good

    Walking back to you
    Is the hardest thing that
    I can do
    That I can do for you
    For you

    I'll be your plastic toy
    I'll be your plastic toy
    For you

    Eating up the scum
    Is the hardest thing for
    Me to do

    Just like honey (x 17)

     
  • At Friday, June 30, 2006, Blogger Cris Shooshoo said…

    encontros e desencontros... adoro!!!

     
  • At Monday, July 03, 2006, Anonymous H.H. said…

    Alguns filmes que devem constar de qualquer dvdteca... brilho eterno, lost in translation, closer.

    Nuff'said

     
  • At Thursday, July 06, 2006, Anonymous cris said…

    ta faltando "Os sonhadores" e "dolls" na sua lista...

     

Post a Comment

<< Home