O Menino e Seu Brinquedo

Tuesday, September 12, 2006

Eu e ele...Ou será ele e eu?

Ele faz coisas idiotas, me deixa louca e irritada... e acha graça em tudo isso, sabe?
Ah... e também deixa os tênis espalhados pela casa, a toalha molhada em cima da cama e não consegue por Deus nenhum do mundo, acertar a boca da xícara de café quando vai colocar açúcar...sempre derruba na mesa! E fica aquela sujeira toda!!!
Já passamos por tempos atrás de nossa primeira fase... aquela em que seus hábitos ruins ainda me faziam rir...
tem mania de achar que eu não entendo de computador ( pode até ser verdade, mas sei mexer em algumas coisinhas...)e que eu falo engraçado...
E ri quando xingo o computador por sumir com minhas coisinhas...
(...)
Ele gosta de assisitr filmes de terror... mas eu tenho medo de muitos... não consigo!Prefiro filmes orientais, em que quase não tem falas, pois não precisa de falas... a imagem já diz tudo!
Ele gosta de Sonic youth e eu não consigo parar de ouvir Aimee mann!Ah! e ele nunca viu Magnólia Também... e não sabe de suas mensagens subliliminares... e entrelinhas...
Ele não consegue ler Clarice... mas lembra muito bem da Hora da estrela!
Mas mesmo assim... ele consegue me ler!
E é como eu pudesse ser exatamente quem sou, sem esconder minhas fraquezas, meus gostos estranhos e vontades esquisitas!
Ele encontrou o boton... e eu o encontrei!
Ele gosta de comer Hambúrguer e eu cogumelos!
Ele "Me chama de manhosa" e nunca esquece o por quê de tudo isso!!!
Ele tira fotos bonitas... e eu sou sua modelo...
Ele cozinha muito bem... e eu limpo a sujeira!( o que eu mais detesto!)
Ele quase me deixa louca... e ele ri de mim quando saio do sério...
Ele escolheu me amar... e eu também!
Bem, acho que isso resume tudo, não?
Simples assim...

7 Comments:

  • At Tuesday, September 12, 2006, Anonymous Renato Manfredini said…

    E fala demais por não ter nada a dizer.

     
  • At Tuesday, September 12, 2006, Anonymous cris said…

    Nunca deixe que lhe digam
    Que não vale a pena
    Acreditar no sonho que se tem
    Ou que seus planos nunca vão dar certo
    Ou que você nunca vai ser alguém
    Tem gente que machuca os outros
    Tem gente que não sabe amar
    Mas eu sei que um dia agente aprende
    Se você quizer alguém em quem confiar
    Confie em si mesmo
    Quem acredita sempre alcança.

    (...)

     
  • At Tuesday, September 12, 2006, Blogger Regina said…

    Esses nossos amores.
    Deixando a gente doida de um monte de jeitos, uns bons, outros nem tanto.
    Fazem a gente rir, e fazem a gente chorar. E como dói chorar. Como dói brigar.
    Mas eles vêm, chamam a gente de birrenta e fica tudo engracadinho de novo...
    Ai, ai, Shoo, caaaaasa, desgracada!
    Hahahahaha
    PS: Muito bom falar com a senhora esta manha.

     
  • At Tuesday, September 12, 2006, Anonymous Anonymous said…

    Entre os fingidos, a moda é fingir que ninguém finge.

     
  • At Tuesday, September 12, 2006, Anonymous flavio bassi said…

    Baum baum baum faz aquela nega do
    outro lado daquela rua...

    Baum baum baum faz aquela nega do outro lado daquela rua...

     
  • At Thursday, September 14, 2006, Anonymous Anonymous said…

    Inveja da felicidade alheia!

     
  • At Wednesday, September 20, 2006, Blogger june moon said…

    que bonitinho!

     

Post a Comment

<< Home